Após encontrar rato morto costurado em vestido, jovem processa empresa Zara

21.407 Visualizações

Cailey Fiesel jovem consumidora de 24 anos de idade, está processando a empresa Zara, após encontrar rato morto costurado no vestido.

O fato ocorrido aconteceu no mês de julho de 2016, uma loja loja em Connecticut encontrou um pequeno roedor costurado ao seu vestido.

A loja da empresa Zara, está situada em Nova York, Cailey Fiesel comprou a peça, a jovem sentiu um cheiro forte na primeira vez em que usou a peça, as informações são do The Daily Mail.

Jovem encontra rato morto costurado em seu vestido

Depois de sentir um cheiro que a incômdou, Cailey acho que seu vestido tinha um fio solto, depois verificar bem, percebeu que tinha uma perna de um roedor, que foi costurado no vestido, e para complicar a situação o restante do corpo estava embrulhado no tecido, as informações referente ao processo estão correndo na justiça dos Estados Unidos.

Jovem sentiu o cheiro em seu trabalho

Trecho que está no processo da Suprema Corte de Manhattan em Nova York.

“Ainda no trabalho, ela começou a sentir um odor perturbador e muito forte, sendo incapaz de identificar a fonte do mau cheiro. Mesmo levantando da mesa e caminhando pelo escritório, ela não conseguia escapar do fedor“.

“um fio solto de seu vestido esbarrando em sua perna”

Para seu choque e descrença, quando ela correu sua mão pelo fiapo, ela percebeu um volume inesperado e, repentinamente, percebeu que não era uma linha que estava irritando sua perna, mas sim a perna de um roedor morto“

A empresa Zara está sendo processada por danos não especificados

Segundo o processo a peça de roupa, que continha o rato costurado no tecido, causou lesões corporais e angústia emocional, foram incluídos também fotos do vestido com o roedor morto, com um dos seus apêndices salientes.

Cailey Fiesel afirmou que a presença do rato morto em seu vestido, provocou ida ao médico, onde a jovem descobriu que tinha uma uma doença, conforme texto abaixo.

“doença” provocada pelo bicho. À TMZ, um representante da Zara disse que “a Zara EUA sabe do processo e está investigando a fundo o problema”.

O testo poderá lido através da fonte de consulta:
Jovem consumidora de 24 anos de idade processa Zara após encontrar rato morto costurado a vestido

2 thoughts on “Após encontrar rato morto costurado em vestido, jovem processa empresa Zara

  1. essa história tá muito mal contada, tem que investigar bem isso ai…eu acho que foi a própria cliente que colocou esse rato ai pra poder ganhar uma indenização bem gorda…a verdade vai aparecer, esperem e verão!!!!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*